Sobre
Marcelo Café

Marcelo Café é cantor, compositor e produtor musical nascido em Niterói –RJ, morador de Ceilândia há mais de 30 anos. Começou a cantar na igreja evangélica que a família frequentava, ainda com 07 anos, incentivado pela mãe. Aprendeu a tocar vilão e bateria ainda criança. Na adolescência para a idade adulta, fez parte de companhias de teatro e frequentou oficinas pela cidade Brasília, integrou a companhia de Grupo de Artes Cênicas do Terceiro Mundo, participando do Festival de Teatro Entepola, na Argentina, onde além de atuar ministrou oficina de capoeira. Fez parte de várias bandas de Rock na cidade, integrando-as como baterista. Depois de um show em Curitiba, na década de 90 com a Banda Psycho Shadows, resolveu fazer aquilo que pulsava em suas veias, cantar. Tendo várias influências vindas de sua convivência com o Gospel, com o Samba que ouvia em casa por influência de seu pai e nas visitas à sua família no Rio de Janeiro, foi cantar na noite de Ceilândia, passando logo a frequentar os bares mais importantes de Brasília com seu repertório eclético e de fino gosto cantando Luiz Melodia, João Bosco, Djavan, Paulinho da Viola, Martinho da Vila, João Gilberto, Tom Jobim, Chico César, Dorival Cayme e outros importantes e célebres de nossa MPB e do Samba. Em 2005, foi convidado a ser vocalista da Banda Casa-Grande, banda autoral que tinha a pretensão de mistura Bossa-Nova e Rock and Roll. Marcelo Café já tinha várias composições e, a partir desse encontro, não parou mais de compor. Gravou o CD independente com a banda com composições autorais e interpretações de clássicos da Bossa-Nova. Paralelo a esse projeto, já tinha seu trabalho solo, mostrando suas composições em casas noturnas da cidade. Em 2007 foi classificado no Festival de Música da Rádio Nacional com a música Depois do Samba, música que nome ao seu CD autoral, bastante elogiado pela diversidade de ritmos e vertentes do samba que apresenta, além da poesia de suas canções. O CD Depois do Samba, foi gravado com apoio do FAC (Fundo de Apoio à Cultura) e lançado em 2015 no Teatro Sesc Garagem. Nesse mesmo ano, o artista ganha prêmio de Artista de Samba mais acessado do Centro Oeste no site independente Palco MP3, com 43 mil acessos em sua página. Em 2016, sua música se faz ouvida e cantada ao ser vencedor do Festival Brasília Independe, da Rede Globo de Televisão-DF. Com letras que falam do cotidiano, de amor e de questões sociais, Marcelo Café vem se destacando por seu posicionamento em relação ao empoderamento de negras e negros, cantando a estética, e a valorização da cultura negra brasileira em suas letras de Samba e Samba-Rock. Seus shows, com banda ou em voz e violão, procuram levar ao público suas influências musicais e políticas, passeando com leveza pelo Samba e o Samba-Rock, discutindo questões de empoderamento de negras e negros evidenciando nossa brasilidade.

Musicas de trabalho

Siga nas redes sociais
facebook instagram youtube
Fale conosco

Como podemos ajudar?

Validation error occured. Please enter the fields and submit it again.
Obrigado! Seu email foi enviado com sucesso.